© 2019 por Prestodog. Dogplaybrasil

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
Dog PlayKink

O diferente, o esquisito, o estranho, entre outras palavras usadas constantemente em nossa sociedade distinguem diferentes modos e maneiras de agir. Contudo, já interpretaram como o outro recebe tais palavras?

O termo Kink, podendo ser traduzido como pervertido, torto, nó; nada tem de tão extraordinário se analisar por conhecimento e não apenas como por “ter ouvido”.

Dentro do contexto de fetiches e sexualidade onde usualmente ambos se interagem livremente temos o anagrama BDSM.

BDSM e suas diferentes e diversas práticas têm também, seus paralelos. Estes paralelos se interagem pelo conceito fetiche, isto é, fantasia. 

Nossa idéia é apresentar, a vocês queridos leitores, idéias para análises e aberturas de mentes nos mais diversos aspectos.

No termo KINK, vamos partir para o lado dos pet´s (bichos de estimação, palavra vinda do inglês); o pet mais conhecido e muito adorado é o “cachorro”, como já se é usualmente costumeiro usaremos a palavra “dog”.

Interpretar um dog, conhecido no mundo do BDSM como “dog play”, nada mais é que ter postura e atitude de um cachorro.

Há adeptos a esse tipo de fetiche por gosto, por ser algo diferente, por demonstração de atitudes não usuais do ser humano. Dog play tende a ser um misto de treino e brincadeiras, como realmente você está brincando com seu cãozinho de estimação.

Neste ponto é preciso lembrar que “Dog Play” nada tem a ver com qualquer lado sexual, ou qualquer caráter que possa ter uma errônea interpretação de zoofilia (sexo com animais).

Ser um dog é se sentir um animalzinho dócil, gentil, curioso, e agir como um cachorro.Os treinadores “do dog play” são adeptos a prática de treinamento, de ensinar, de conduzir o submisso a interpretar o lado animal, neste caso, interpretar a essência do cachorro.

Os submissos dentro do jogo dog play, usualmente usam máscaras, muito confortáveis, que já passam ao treinador e a quem olha uma característica de cachorro.

Existem diferentes máscaras de cachorro, cada uma com sua característica indicando a raça deste, neste ponto temos também que, o submisso, geralmente, procura unir suas características de personalidade ao tipo da raça do cachorro.

Vestimentas:

Para uma performance mais fidelizada, os adeptos ao dog play procuram usar trajes, acessórios e roupas para se sentir como um “verdadeiro” cachorro.

Há pessoas que usam apenas poucos acessórios que se adéqua a diferentes fetiches, ou que se interligam.

Dentro do erótico, o corpo humano possui curvas que nos trás atração, principalmente sexual, essa sensação do erotismo para quem demonstra ou para quem observa ajuda a amplificar os diversos desejos eróticos que cada pessoa tem.

As roupas e acessórios mais comuns para um dog play são:

Harness (arreio)

Máscara

Macacão

Rabinho (interno e externo)

Luvinha nas mãos

Bermudas

Joelheiras

Tênis ou Bota

A interpretação de um dog pode ser em posição bípede ou quadrúpede. Este caso é ligado a interpretação e ao dominador, melhor dizendo, ao treinador deste.

Como toda regra do BDSM, o dog play, deve ser acordado entre ambas posições. SSC

Texto by - Leo Kratos Colaborador site Dog Play Brasil
 

Abaixo alguns videos e conteudos sobre dog play